Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

MERCEARIA MAGINA

MERCEARIA MAGINA

22
Jun17

Eu e os cheiros

Capturar.PNG

 

Acho que dos cinco sentidos que possuo, o olfato é o que me provoca mais reações. E embora algumas vezes seja estranho ou passe por "esquisitinha", eu adoro isso. É como magia. Um cheiro é capaz de me transportar imediatamente a um local, a uma pessoa, a uma situação. Já me aconteceu, enquanto sonhava, sentir o cheiro característico da casa dos meus avós. Casa essa que só conheci até aos meus nove anos, ou seja, questiono-me como é possível? Não sei, também nunca procurei informação sobre o assunto, prefiro mantê-lo como...magia. Ontem à noite choveu em Madrid e eu juro-vos, cheirava-me a Lisboa. Tão bom.

 

22
Mai17

Em Madrid há Madridistas

Segundo o Google Maps, vivo a sensivelmente 2,5km de distância da Plaza Cibeles. Ontem, eram 2h30 da madrugada e conseguíamos ouvir em casa, na perfeição, a música que vinha da Cibeles. E foguetes um pouco por toda a cidade. E carros a apitar. E pessoal com uns copos a mais a cantar pela rua. Sim, a cidade estava em festa. Como podem imaginar o meu catalão estava muito feliz (só que não). Começo a pensar que não é má ideia forrar a casa com caixas de ovos caso o Real Madrid ganhe a Champions. Só naquela da amizade.

09
Mai17

Ainda dizem que não há coincidências

Capturar.PNG

 

Dizem, pois dizem. Mas isso é algo com o qual não posso estar de acordo. Quem me conhece bem, sabe que eu não vos minto, se digo que muitas vezes a minha vida é alvo de coincidências. Também não me posso queixar. Regra geral costumam ser coincidências felizes ou pelo menos engraçadas. Prova disso foi o que me aconteceu há uns dias atrás. Como sabem, eu e o meu chavalo estamos a viver em Madrid. O que vocês não sabem é que nós conhecemo-nos no trabalho, em Barcelona (há trabalhos de sorte eheheh). Pois bem, a única sede desta empresa é em Barcelona no entanto há comerciais distribuídos pelo país inteiro, ou seja, é perfeitamente possível encontrar um carro da empresa em Madrid. Tudo muito bem. Mas encontrar um carro da empresa, à porta de casa, quando estamos juntos a voltar de um passeio...como é que eu posso acreditar que não há coincidências? Madrid é enorme e a nossa rua também não é pequena. Só falta descobrir que o carro pertence a algum vizinho do nosso prédio, impossible is nothing!

08
Abr17

El Rayo

Ontem o meu catalão entrou em casa cheio de energia. Esbracejava e falava efusivamente que tinha um plano bueda fixe para o dia seguinte: irmos a Vallercas. "E o que há em Vallercas?", estarão vocês a pensar. Nada pessoal. Há o campo do Rayo, um clube de futebol da segunda divisão. O que se passa é que este rapaz acha que "isto assim não pode ser". Acha que devemos arranjar um clube pequenino aqui da zona, por quem torcer. "Assim podemos ir ao campo! E costuma ser uma festa. Bandeiras, todos a cantar...tipo Benfica estás a ver?". Sabe muito. 

 

Posto isto, hoje vamos a Vallercas ver o Rayo x Tenerife. Mas desenganem-se se pensam que vamos por volta da hora do jogo. Não. Nós vamos umas horas antes porque assim "aun podemos ver el Real x Atlético en un bar, mientras tomamos unas cañitas y unas tapitas...Venga va que en Vallercas a nadie le gusta el Real". Impossível resistir a um culé nostálgico. Siga para Vallercas.  

 

06
Abr17

Fui enganada!

0

 

Já aqui vos disse que adoro café. Consta que ainda gatinhava e já adorava o cheiro do café. Tanto que num segundo de distracção dos meus pais, entornei para cima de mim uma chávena de café quente e lá fomos a correr para as urgências da D. Estefânia. Sem traumas ou marcas, assumo-me viciada em café.

 

Uma cena agradável em Madrid é a vasta presença do café Delta. Obrigada Nabeiro! Há uns dias vi que tenho ao lado de casa, um bar que serve café Delta pela módica quantia de 0,80€. E surpresa das surpresas, o café é bem tirado! Ganharam uma cliente para a vida. No entanto, ontem andava a tratar de papeladas e cruzei-me com um bar cujo toldo era da Delta. Nem pensei duas vezes, entrei e pedi um "café solo". O café estava mal tirado e vinha numa chávena de chá. Bebi-o frustrada e pensei que não voltaria ali. Mal sabia eu que este não seria o principal problema. Pediram-me 2,40€ pelo café. DOIS EUROS E QUARENTA POR UM CAFÉ MAL TIRADO E NUMA CHÁVENA DE CHÁ. E não, eu não estava numa esplanada frente ao mar (aqui não há mar!) nem num café da moda. Eu estava num bar/restaurante perfeitamente convencional e bebi o café ao balcão, de pé. Refilei, paguei e vim-me embora. Ladrões. Não me enganam outra vez.

 

03
Abr17

Mudar

Ao longo destes 4 anos anos a viver em Espanha, foram várias as pessoas que me perguntaram "porquê Barcelona e não Madrid?". Eu, convicta das minhas próprias certezas, respondia sempre que "seria incapaz de viver numa cidade sem praia ou estar longe do mar". Chamem-lhe capricho ou parvoíce mas isso foi uma coisa que sempre me causou confusão: a ideia de não ter o mar por perto. 

 

Ingénua ou arrogante, a verdade é que acabei por cuspir para o ar e toda a gente sabe que isso não costuma ser boa ideia. Escrevo-vos desde Madrid, a minha nova casa. É um pouco estranho escrever isto. Talvez seja por hábito, ou falta dele. Talvez seja pelo que sempre pensei. Talvez seja por ter deixado uma cidade que adoro. Talvez seja tudo isto.

 

Não sei a razão mas a verdade é que isso também não importa, não estou assustada. Sinto-me curiosa, contente, motivada. Às vezes mudar assusta mas, a vida também me tem demonstrado que costuma correr bem quando o faço. E se não correr bem estamos cá para aprender. No pasa res.

 

Se eu gosto de viver numa cidade longe do mar? Ainda é cedo para poder responder. Mas também não é disso que se trata, até porque o mar...esse saberei sempre onde encontrá-lo. Hola Madrid!

 

Capturar.PNG

 

 

Mais sobre a mim

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D