Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

MERCEARIA MAGINA

MERCEARIA MAGINA

07
Fev17

Pouco provável?

 

why me.jpg

 

 

Acho que desde sempre acontecem-me coisas pouco prováveis. Para o bom e para o mau, há que dizê-lo. Corria o ano de 2012, um dos anos assim mais chatinhos de que tenho memória, quando conduzia a caminho de casa depois de um dia de trabalho. Na altura trabalhava em auditoria e lembro-me que vinha de Almeirim onde tinha passado o dia a comer sopa da pedra numas contágens físicas, coisa um tanto ou quanto aborrecida. Pois então, estou eu a subir a rua antecedente à minha quando vejo um carro, no sentido oposto, a vir na minha direcção. Tudo bem, penso "ainda está longe, ele já se desvia" mas apercebo-me que tal não acontece. Buzino-lhe em modo "chega-te para lá car***" enquanto olho para dentro do carro para alertar o condutor. Pessoal, não havia condutor! Não ia ninguém no carro mas o carro vinha na minha direcção! Por um segundo senti que o meu cérebro não recebia a informação mas não havia tempo para isso. Rapidamente, olhei pelo espelho e pus marcha atrás na tentativa de safar-me. Esta é a parte em que podia dizer que a minha veia Michael Knight funcionou contudo, nem o meu carro era o Kitt nem eu tinha margem de manobra para o que fosse, sendo que acabei mesmo foi por levar com o carro fantasma em cima. Convenhamos que a rua, ao não ser muito inclinada, não permitiu que o carro ganhasse muita velocidade maaas ver um carro vir de frente na nossa direcção não é para cardíacos. Ok, bateram-me mas e agora, agora falo com quem?! A sério, tudo muito inédito. De repente, sem me aperceber estava rodeada de pessoas "está bem?", "ai que estranho, então mas não estava ninguém no carro?", "carro mal travado de certeza"...inspiro, expiro, inspiro, expiro..."Alguém sabe de quem é o carro?", pergunto entre o irritada e o incrédula, com uma enorme vontade de me rir do ridículo da situação. Felizmente apareceu um senhor, um porteiro de um prédio, no qual tinha entrado uma senhora "...num instantinho..." e tinha deixado o carro "...estacionado em segunda fila". Mistério desvendado, em poucos minutos apareceu a dona do carro - que não queria acreditar no que tinha acontecido - e tudo se resolveu. Ainda hoje não consigo contar isto sem rir, seja da história em si ou da cara que as pessoas fazem ao ouvi-la. Digam-me lá se a vocês, também acontecem destas cenas.

2 comentários

Comentar post

Mais sobre a mim

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D